Na Dana, os projetistas aplicam as vantagens dos termoplásticos nos módulos de vedação, fundindo várias partes em um único componente para proporcionar considerável redução de peso, integração de componentes e economias de custo de montagem. A Dana também incorporou tecnologias e materiais de redução de peso em outros produtos, como os eixos cardan Spicer®, os eixos diferenciais de alta eficiência Spicer® AdvanTEK®, e os protetores de calor de alumínio.
De acuerdo, pero sé inteligente. Si tienes unas ganas irresistibles de llevarte algo dulce a la boca, que sea una onza de chocolate negro, una tortita de arroz inflado, un dulce casero, un par de galletas integrales sin azúcar blanco, un yogur con sirope de Ágave o una pieza de fruta. Pero si eres capaz, espera unos minutos y en lugar de comer dulce, toma algo salado y más nutritivo, por ejemplo, un pequeño bocadillo de atún o de jamón ibérico, una tortilla francesa o un puñadito de frutos secos. Te saciarán el hambre (comiendo dulce querrás más dulce en poco tiempo), te aportarán menos calorías y más nutrientes. Lo importante es salirse de la "rueda del azúcar" y tomar alimentos "reales".
DESAYUNO Café con leche desnatada sin azúcar. Pan con tomate y sal. Café con leche desnatada sin azúcar. Pan con pechuga de pavo. 2 yogures desnatados con 3 cucharadas soperas de muesli. 200 ml de leche desnatada con 30g de copos de avena. Té con leche desnatada sin azúcar. Pan con jamón york. Tostada de pan integral con queso fresco 0% y mermelada sin azúcar añadido. Zumo de naranja natural. Pan integral con 1 huevo revuelto.

O excesso de peso vem sendo encarado cada vez mais pela comunidade científica como uma verdadeira doença, que requer acompanhamento e tratamento médico. Estudos demonstram que a obesidade é uma condição complexa, com causas de natureza genética, ambiental, cultural e psicológica. É um grande erro simplesmente culpar o paciente portador de obesidade mórbida pela sua condição, rotulando-o como uma pessoa sem força de vontade para mudar seus hábitos. Para muitos pacientes nessa condição, a simples adoção de medidas dietéticas, raramente irão produzir resultados permanentes. Com isso inicia-se um ciclo vicioso, onde diante da falta de perspectiva de emagrecimento, o paciente obeso simplesmente aceita sua “condição” e desiste das medidas tradicionais de redução de peso, agravando a obesidade. O problema é que a obesidade é uma condição médica grave, sendo apontada como a segunda maior causa de morte prevenível nos Estados Unidos, perdendo apenas para o tabagismo ( hábito de fumar ). Estima-se que o excesso de peso e as doenças relacionadas a obesidade sejam responsáveis por mais de 300.000 mortes anuais somente nos EUA.
Vale ressaltar que, atualmente, existem ainda muitos tratamentos de clínicas estéticas que prometem redução da gordura abdominal, bem como controvérsias sobre a eficácia deles. Mas, de toda forma, sabe-se que nenhum tratamento “faz milagres”. Para reduzir significativamente a gordura abdominal é fundamental ter uma boa alimentação associada à prática regular de atividades físicas.
Quem já perdeu ou tentou perder peso sabe que não existe fórmula mágica: é preciso praticar atividades físicas e fazer uma reeducação alimentar.  Aparentemente simples, essas atitudes nem sempre trazem resultados satisfatórios para pessoas obesas, para quem as cirurgias bariátricas (que reduzem o estômago e, às vezes, o intestino) têm sido um recurso valioso. 
Quando alimentação equilibrada e exercício não surtem efeito na balança, o diagnóstico é quase certo: metabolismo lento. Característica genética? Pode ser. Ou, então, sinal de que seu organismo está se defendendo das dietas restritivas às quais já foi submetido. O fato é que, nos dois casos, ele queima o mínimo de calorias para armazenar o máximo. A Dieta do Metabolismo Rápido – a escolha mais recente da atriz Jennifer Lopez para manter o corpo impecável – promete virar esse jogo ao fazer você incinerar gordura 24 horas por dia.
1. Localização da gordura: “A cirurgia plástica é benéfica em pacientes que apresentam gordura no tecido subcutâneo da parede abdominal. Já nos casos onde a gordura está mais localizada no interior da cavidade abdominal, ao redor do intestino (barriga mais dura, a popular barriga de chopp), a cirurgia plástica não terá o efeito desejado. Nesses casos, está indicada inicialmente a mudança de hábitos alimentares e realização de atividade física”, explica o cirurgião.
×